Skip to content

Meca Festival 2011

fevereiro 2, 2011

No sábado – 29/01 – começa minha saga de vôos, conexões e estrada para mais um festival de música. Dessa vez, o destino é a praia de Xangri-Lá, RS, para curtir o Meca Festival, primeiro festival indie do local – e que estreou com muita credibilidade.

Inicialmente, tudo numa paz. Pessoas muito bonitas e estilosas circulando pelo Jimbaram – espaço destinado a shows, fotógrafia, stands e pista eletrônica.

Wannabe Jalva abre o palco já mostrando que sabe fazer um bom rock, em um show que não durou muito, provavelmente por causa do pequeno atraso – e das poucas músicas que a banda iniciante tem no currículo. Na sequência veio o Rosie And Me com um showzinho muito tranquilo e com musiquinhas folk pra ouvir a dois. A surpresa ficou por conta do cover super fofo de Ready For The Floor, do Hot Chip!

Abaixo, você pode ver  um pedacinho da música, que foi linda e que empolgou toda a plateia.

Copacabana Club ganhou pontos comigo. Ao contrário do show no Jambolada do ano passado, a apresentação foi mais longa e super animada, com todas as pequenas performances da Caca V – vocalista mega estilosa que discotecou no dia seguinte na beira da praia – e os efeitos no tecladinho que deram um up na galera, fazendo a gente cantar feliz o single hit Just Do It.

As maiores atrações da noite estavam por vir. O rockzinho animado do Two Door Cinema Club surpreendeu com a presença de palco da banda, que fez encher a pista e rolar muita sintonia entre fãs e grupo! Sem explicações o quanto foi divertido ouvir os singles I Can Talk e What You Know ao vivo e a cores.

Quando acabou Two Door, o Vampire Weekend subiu no palco – e foi aí que me apaixonei mesmo. Os meninos são todos muitos fofos! O vocalista arrasando na voz, fazendo até quem não sabia a letra dar pelo menos uns gritinhos.

Muita adrenalina rolou nesse belo dia de janeiro em um lugar tão tão distante.

Mas não acaba por aí! No dia seguinte, teve festinha na praia com discotecagens e mais gente bonita. E ainda a exposição do fotógrafo mais cool do mundo – Mark Hunter, do site The Cobra Snake – que também estava lá registrando tudo que acontecia.

Enfim, tudo que rolou foi bem mágico, e mal posso esperar pra repetir essa experiência que valeu tanto a pena!

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Lívia Santana permalink
    fevereiro 2, 2011 6:50 pm

    Que lindo o post amiga. Vi as fotos no fiesta, tudo mara! Pessoas super diferentes e estilosíssimas! Orgulho hehehe quero ir no próximo 😉

  2. @natashazago permalink
    fevereiro 2, 2011 6:53 pm

    fera!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: